Busca avançada
Ano de início
Entree

Os preconceitos socialmente construidos acerca da adocao e a influencia dos mesmos nos processos adotivos do forum de araras/sp.

Processo: 09/54347-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Serviço Social - Serviço Social Aplicado
Pesquisador responsável:Adriana Giaqueto Jacinto
Beneficiário:Alessandra Renata Geremias
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Adolescentes   Família   Direito

Resumo

Este trabalho se propõe a discutir os preconceitos socialmente construídos acerca da adoção. Embora a discussão sobre a adoção tenha avançado e conquistado um espaço mais amplo em debates e pesquisas, há inúmeras questões que a envolvem a serem superadas, sendo os preconceitos socialmente construídos uma delas. A adoção, como uma pratica milenar, já passou por muitas modificações quanto às formas de como adotar, a sociedade passou por transformações, mas apesar de tudo isso, o ato ainda é visto de forma estigmatizada e carregada de preconceitos. Um dos obstáculos no processo de adoção são os preconceitos em relação às famílias que adotam e principalmente ao filho adotado. O presente trabalho será iniciado pela pesquisa de campo qualitativa, onde os sujeitos da pesquisa (pessoas cadastradas e selecionadas como aptas à adoção e aguardam na lista de espera, do Fórum da Comarca de Araras-SP) apontarão os preconceitos que consideram como os mais conflitantes e que de alguma forma influenciaram e/ou influenciarão no processo adotivo, que engloba desde o interesse em adotar até a adaptação da família a sua nova realidade. Após a realização e análise da pesquisa de campo, os preconceitos apontados pelos sujeitos serão estudados, analisados e discutidos desde a sua construção na sociedade, com um breve resgate histórico, a forma como os mesmos foram introjetados na sociedade, o porque, mesmo com os avanços teóricos, existem inúmeras dificuldades para a sua desconstrução e esses preconceitos continuam a serem reproduzidos, e de que forma os mesmos se constituem como entraves no processo adotivo. Sabemos que, não é possível esgotar a temática abordada nesta pesquisa, mas esperamos contribuir no sentido de repensar a adoção de crianças e adolescentes no contexto atual, e isso significa avançar, mesmo que de forma tímida, na caminhada em busca de re-significar valores, na desconstrução de crenças limitantes a fim de garantir o direito à convivência familiar. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)