Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do canabidiol em modelos animais de depressao.

Processo: 05/58172-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Francisco Silveira Guimaraes
Beneficiário:Tatiana Vargas Zanelati
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/13197-2 - Participação do glutamato e óxido nítrico na fisiopatogenia de distúrbios neuropsiquiátricos, AP.TEM
Assunto(s):Canabinoides   Depressão   Canabidiol

Resumo

Evidências recentes têm sugerido que a facilitação do sistema canabinóide endógeno poderia ter efeito antidepressivo. O canabidiol (CBD), um dos componentes da Canabis sativa, é desprovido de efeitos psicotomiméticos mas possui propriedades ansiolíticos e antipsicóticas. A inibição da inativação da anandamida, um endocanabinóide, foi proposta como um de seus possíveis mecanismos de ação. O objetivo do presente projeto é testar a hipótese de que o CBD produziria efeitos antidepressivos em modelos animais. Para isso, Camundongos suíços machos receberão CBD (10, 30 e 100 mg/kg i.p.) ou veículo e serão submetidos aos testes do nado forçado e suspensão da cauda, A imipramina (15 mg/kg), um antidepressivo padrão, será empregada como controle positivo. Grupos adicionais serão submetidos ao teste de campo aberto para avaliação da atividade locomotora. (AU)