Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução cromossômica em Platyrrhini: análise da diversidade cromosso MICA e de rearranjosm,cromossomicos de importância evolutiva

Processo: 08/58426-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Celia Priszkulnik Koiffmann
Beneficiário:Cristiani Gifalli Iughetti
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cromossomos humanos

Resumo

A origem monofilética é a hipótese mais aceita para a infra-ordem Platyrrhini, que representa otaxon com o maior número de espécies entre os primatas. Estão distribuídos em uma vasta região do Novo Mundo, se estendendo do México ao norte da Argentina. A variabilidade cromossômica intra e interespecífica e intrapopulacional (2n = 16 a 62), atribuída à alta freqüência de rearranjos cromossômicos, sugere uma revisão da taxonomia. As sondas de DNA, que definem homeologias com alto grau de precisão e proporcionam o estudo da evolução cariotípica e da variabilidade cromossômica, se tornaram disponíveis para os estudos cromossômicos. Os estudos citogenéticos e citogenéticos moleculares em primatas do Novo Mundo evidenciam a importância dos rearranjos cromossômicos nas mudanças evolutivas e contribuem para a identificação das suas origens, direções e mecanismos, fornecendo dados importantes para a divergência populacional, especiação, seleção, adaptação, taxonomia, filogenia, conservação e composição de grupos de acasalamento para a manutenção de espécies em extinção em cativeiro. (AU)