Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem e expressão de duas lipoproteínas (lic10509 e lic10365) de Leptospira interrogans em Escherichia coli

Processo: 04/10214-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2004
Vigência (Término): 30 de setembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ana Lucia Tabet Oller Do Nascimento
Beneficiário:Mônica Larucci Vieira
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leptospira interrogans   Proteínas recombinantes   Purificação de proteínas

Resumo

A leptospirose é uma zoonose bastante disseminada, causada pela bactéria espiroqueta do gênero Leptospira. Roedores são os principais reservatórios da doença nos centros urbanos, e a transmissão ocorre através da urina. Anualmente são relatados à FUNASA/MS, cerca de 10.000 casos, com surtos epidêmicos na época das chuvas. Medidas preventivas são a melhor maneira de atacar o problema, uma vez que não há como conter a proliferação de roedores. O desenvolvimento de uma vacina torna-se crítico, pois não há, até o momento, uma vacina licenciada para uso humano. O projeto propõe a clonagem e expressão de duas novas lipoproteínas de superfície identificadas no genoma de Leptospira interrogans. Os genes que codificam essas proteínas serão amplificados a partir do DNA genômico, e os insertos clonados em vetor de expressão de E. coli. As proteínas serão expressas com uma seqüência de seis resíduos de histidina (6XHis) que vão permitir a purificação das proteínas recombinantes por cromatografia de afinidade a metal. As proteínas serão inoculadas em camundongos para obtenção de soros hiperimunes. Estes soros poderão ser utilizados na avaliação do reconhecimento dos anticorpos por proteínas do extrato total de Leptospira spp de diferentes sorovares. Estes estudos servirão de base para o desenvolvimento de uma nova vacina e/ou sorodiagnóstico. (AU)