Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do treinamento físico aeróbio de diferentes intensidades na resposta imune de camundongos sensibilizados cronicamente a ovoalbumina

Processo: 06/54975-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Celso Ricardo Fernandes de Carvalho
Beneficiário:Maurício Nisiyama
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Reabilitação pulmonar   Asma   Resposta imune

Resumo

A asma é uma doença inflamatória crônica de vias aéreas, predominantemente alérgica e com alta prevalência mundial. O exercício físico melhora a resposta imune de indivíduos saudáveis e traz benefícios para o paciente asmático, mas se desconhece seu papel na resposta alérgica. O objetivo do presente estudo será avaliar os efeitos do físico aeróbio de diferentes intensidades na resposta imune de camundongos sensibilizados à ovoalbumira (OVA) Serão utilizados 60 camundongos Balb/C divididos em 6 grupos: não treinado e não sensibilizado (controle salina), submetido ao treinamento físico aeróbio (TFA) de intensidade moderada e não sensibilizado (moderado+salina), submetido ao TFA de alta intensidade e não sensibilizado (intenso+salina), não treinado e sensibilizado à OVA (OVA), submetido ao TRFA de intensidade moderada e sensibilizado à OVA (moderado+OVA) e submetido ao TFA de alta intensidade e sensibilizado à OVA (intenso+OVA). O treinamento físico será de 12 semanas e a intensidade será estabelecida num teste ergométrico. A sensibilização à OVA terá a duração de 1 mês e iniciará na 9ª semana após o início do treinamento Ao término do período de treinamento e sensibilização pulmonar alérgica crônica, os animais serão sacrificados e seus pulmões serão retirados para a quantificação dos níveis de eosinófilos, células monucleares e células positivas para IL-2, IL-4, IL-6 e IFN-gama nas vias aéreas, através de estudos imunohistoquímico e histopatológico. Os resultados obtidos deverão auxiliar na compreensão dos mecanismos que trazem benefícios do treinamento físico para o tratamento clinico de asmáticos. (AU)