Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da eficiência de corte de pontas de aço inoxidável do tipo carbeto de tungstênio em função do método de limpeza

Processo: 04/07864-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2004
Vigência (Término): 30 de setembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ligia Antunes Pereira Pinelli
Beneficiário:Daniela Cristina Bordignon
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Esmalte dentário   Instrumentos odontológicos

Resumo

Nos dias de hoje a preocupação da classe odontológica com o controle de infecção cruzada é um fenômeno crescente, bem como com fatores relacionados a esse controle e também com a eficiência e durabilidade de materiais e agentes químicos utilizados rotineiramente. Este estudo tem como objetivo verificar, por meio de análise gravimétrica e fotomicrográfica, a influência de diferentes meios de limpeza sobre a eficiência de corte de pontas de aço inoxidável de carbeto de tungstênio (carbide). Serão utilizados 180 dentes incisivos bovinos como substrato e 30 pontas carbide. Com o auxílio de um aparelho de sensibilidade à pressão, se realizarão desgastes no esmalte dos dentes totalizando 12 minutos de desgaste por dente. Os dentes serão pesados antes e após o desgaste e por diferença de peso será determinada a eficiência de corte da ponta (estudo gravimétrico). As pontas carbide serão limpas de acordo com o grupo de limpeza a que pertencem (L1-escova de aço; L2-escova de nylon; L3-ultra-som; L4-ultra-som + solução desincrustante; L5-nenhum) e analisadas por meio de fotomicrografias e retomarão aos experimentos até totalizarem 72 minutos de uso por ponta (estudo fotomicrográfico). Os dados coletados serão anotados em formulário próprio e serão submetidos à análise estatística (ANOVA, Teste de Tukey) para descrição dos resultados. (AU)