Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção da fala de crianças com fissura labiopalatina do nascimento aos três anos de idade

Processo: 09/10071-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Viviane Cristina de Castro Marino
Beneficiário:Thais Alves Guerra
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Fala   Prevenção

Resumo

Crianças com fissura de palato (FP) podem apresentar dificuldade em direcionar o fluxo aéreo para a cavidade oral bem como gerar e manter a quantidade de pressão intra-oral necessária para a produção de consoantes obstruintes, favorecendo o desenvolvimento de articulações compensatórias (ACs) durante a produção dessas consoantes. Além disso, na presença de uma fissura aberta e/ou disfunção velofaríngea (congênita ou resultante da palatoplastia primária), observa-se ressonância de fala hipernasal, escape de ar nasal e fraca pressão intra-oral durante a produção de consoantes obstruintes. Informações sobre a produção da fala de crianças pequenas com FP nem sempre podem ser obtidas facilmente em ambiente hospitalar. Assim, os relatos dos cuidadores obtidos a partir de triagens fonoaudiológicas são considerados de fundamental importância para colaborar na intervenção fonoaudiológica precoce dessas crianças. Por essa razão, é de interesse verificar se as informações relatadas pelos cuidadores nas triagens também são identificadas na avaliação fonaoudiológica, o que pode indicar se os cuidadores recebem informações suficientes sobre os possíveis problemas apresentados por crianças com fissura de palato, favorecendo tanto o diagnóstico quanto a intervenção fonoaudiológica precoce. O presente estudo visa levantar informações sobre a nasalidade de fala e uso de AC durante a produção de consoantes obstruintes, a partir do relato dos cuidadores durante triagem fonoaudiológica. Ainda busca comparar as informações derivadas dessas triagens com os achados obtidos na avaliação fonoaudiológica, em particular, sobre nasalidade de fala e AC. Este estudo retrospectivo envolverá o levantamento de dados sobre produção da fala contida nos prontuários de 60 crianças com fissura unilateral de lábio e palato. Serão obtidas informações sobre o uso de ACs, presença de hipernasalidade e escape de ar nasal durante a produção de consoantes obstruintes, registradas em fichas de triagens e também em fichas de avaliações fonoaudiológicas. Os dados registrados nessas fichas serão extraídos pela pesquisadora e organizados em tabelas e gráficos para favorecer sua análise.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)