Busca avançada
Ano de início
Entree

Histologia e ultraestrutura da glândula intramandibular de "Atta Sexdens rubropilosa (Forel 1908)" (Formicidae: Myrmicinae)

Processo: 00/08967-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2000
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Flavio Henrique Caetano
Beneficiário:Jônatas Bussador Do Amaral
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Formigas   Ultraestrutura   Histologia

Resumo

A mandíbula é um órgão muito importante para os Hymenoptera. Sua origem se deu provavelmente de uma redução de um par de patas dos crustáceos para um órgão alimentar. Ela pode possuir as mais variadas funções mecânicas, tais como cortar, coletar, carregar e em alguns casos até transpor obstáculos. Além disso, a mandíbula dos Hymenopteras pode estar intimamente associada a funções glandulares. Podemos citar as glândulas mandibulares e intramandíbulares. A glândula intramandibular se encontra na porção central da mandíbula e pode ser dividida em três regiões: uma constituída pelas células do epitélio da mandíbula; outra, formada pelas células secretoras e a última formada pelas células do corpo gorduroso. Possui canalículos intracutículares que atravessam a cutícula e liberam a secreção produzida para o meio externo. Devido ao fato da mandíbula possuir uma quantidade de quitina muito grande (dificultando assim os cortes) existem poucos estudos sobre esta glândula, principalmente em formigas. Sendo assim, é de grande interesse um estudo específico da glândula intramandibular, principalmente nas espécies com castas morfológicamentes distintas, a fim de obter mais informações sobre a sua morfologia e ultraestrutura, para que possamos ampliar os conhecimentos sobre esta glândula, cuja a função ainda é desconhecida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BUSSADOR DO AMARAL‚ J.; CAETANO‚ F.H. The intramandibular gland of leaf-cutting ants (Atta sexdens rubropilosa Forel 1908). Micron, v. 37, n. 2, p. 154-160, 2006.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.