Busca avançada
Ano de início
Entree

Entomologia médica em compartimentações da Serra da Bodoquena, estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. I) identificação e observações ecológicas da fauna flebotomínea (Diptera, Psychodidae), em 1998-1999

Processo: 98/02494-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 1998
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Eunice Aparecida Bianchi Galati
Beneficiário:Guelisa Naufel
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia   Vetores de doenças   Flebotomíneos   Leishmania   Mato Grosso do Sul

Resumo

Em Mato Grosso do Sul, a leishmaniose tegumentar ocorre na maioria de seus municípios e a visceral encontra-se em expansão para áreas próximas ou pertencentes à província espeleológica da serra da Bodoquena, a qual representa um dos mais importantes pólos de atração ao ecoturismo. Em suas cavernas foram encontrados flebotomíneos e nos seus arredores registraram a presença de mamíferos que podem ser reservatórios de leishmanias. Portanto, são necessários estudos sobre os flebotomíneos para identificar possíveis áreas de transmissão dessas parasitoses e orientar quanto às medidas preventivas. Pretende-se com o estudo obter informações sobre os flebotomíneos relativas a: diversidade, abundância, sazonalidade, hábito alimentar, infecção por leishmania, abrigos naturais, criadouros, assim como variações morfológicas dos alados e ainda criar as espécies em laboratório para estudos sistemáticos e taxonômicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)