Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do auto condicionamento dentinário na distribuição das tensões na interface dentina/adesivo: estudo pelo método dos elementos finitos

Processo: 06/01988-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Eduardo Passos Rocha
Beneficiário:Rodolfo Bruniera Anchieta
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Dentina   Tensão interfacial   Adesivos dentinários   Método dos elementos finitos

Resumo

A distribuição interna das tensões na interface dentina/adesivo através do método dos elementos finitos bidimensional (MEF) não está estabelecida quando do condicionamento dentinário pelos sistemas adesivos auto-condicionantes, havendo a necessidade de determinar a influência que diferentes espessuras de camada híbrida (CH) e extensões de prolongamentos resinosos (TAG) podem exercer. Adicionalmente, não há dados sob carregamentos oblíquos, uma vez que as forças de tração, perpendicular ao espécime testado, são prevalentes nos ensaios mecânicos e micromecânicos. Devido a isso, o objetivo do presente estudo é analisar, através do MEF bidimensional, a distribuição interna das tensões no substrato dentinário, considerando duas espessuras de CH (3 ou 6 µm), dois comprimentos de TAG (13 ou 17 µm), e duas formas de carregamento (C) (perpendicular e oblíqua em 25º). MATERIAL E MÉTODO: Serão elaborados 5 modelos no programa de desenho assistido AutoCAD 2007, formando 5 grupos (G): G1 – representação de um espécime em dentina (38 x 41µm) não condicionado e restaurado com resina composta (RC); G2 – similar ao G1, porém com CH de 3 µm de espessura e TAG com 19 µm de comprimento; G3 – similar ao G2, com CH de 3 µm e TAG de 17 µm; G4 – similar ao G2, com CH de 6 µm e TAG de 19 µm; e G5 – similar ao G2, com CH de 6 µm e TAG de 17 µm. Os modelos serão considerados isotrópicos, homogêneos e linearmente elásticos; e assumidos em estado plano de tensão. A análise numérica será realizada no programa de elementos finitos (Ansys 10.0), com dois carregamentos em tração: C1 – força de 20N perpendicular à superfície da RC; e C2 – 20N em 25º com a superfície da RC. RESULTADOS: Os resultados serão analisados sob o critério das tensões equivalentes de von Mises e da tensão máxima principal, obtendo-se os mapas gerais e individualizados para cada estrutura, com ênfase na interface dentina/adesivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODOLFO BRUNIERA ANCHIETA; EDUARDO PASSOS ROCHA; CHING-CHANG KO; RENATO HERMAN SUNDFELD; MANOEL MARTIN JUNIOR; CARLOS MARCELO ARCHANGELO. Localized mechanics of dentin self-etching adhesive system. Journal of Applied Oral Science, v. 15, n. 4, p. -, Ago. 2007.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.