Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de agentes antineoplasicos sobre a expressao genica de celulas de melanoma humano.

Processo: 02/00837-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2002
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:MARCO ANTONIO ZAGO
Beneficiário:Paulo Peitl Junior
Instituição-sede: Hemocentro de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14247-6 - Center for Research on Cell-Based Therapy, AP.CEPID
Assunto(s):Antineoplásicos   Melanoma   Expressão gênica

Resumo

Objetivo: Avaliar alterações da expressão gênica induzida por quimioterápicos, tendo como modelo inicial a análise das modificações da expressão gênica induzida em linhagens de células de melanomas humanos mantidas em culturas. Serão utilizadas as linhagens celulares VM35, obtida de melanoma em estágio de crescimento radial (RGP); WM793B, isolada de melanoma em crescimento vertical (VGP), e a linhagem de melanoma metastático LB MEL 3.0. Os resultados obtidos serão comparados com a expressão observada em culturas de fibroblastos normais estabelecidas pela técnica de LTCIC ("long-term culture-initiating cells"). As drogas testadas serão a darcabazina, o BCNU, o tamoxifeno, a cisplatina, o metrotexato, a vincristina e a talidomida. As culturas celulares serão tratadas com as diferentes drogas e, pela metodologia de RaSH ("rapid subtration hybridization"), serão construídas bibliotecas de cDNA a partir de RNAs extraídos das culturas tratadas, subtraídos da população de RNAs de culturas não tratadas. Esses cDNAs diferencialmente expressos serão então utilizados para a análise da expressão gênica por cDNA macroarrays, e o comportamento dos genes alvos previamente selecionados pela técnica de hibridização subtrativa, será avaliado. Após a confirmação dos genes diferencialmente expressos por meio de PCR em tempo real, PCR semiquantitativo e "Northern blot", os clones serão seqüenciados e caracterizados. (AU)