Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao da eficacia in vivo de microemulsao contendo quercetina contra o estresse oxidativo induzido por radiacao uvb.

Processo: 06/60545-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2007
Vigência (Término): 30 de abril de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Maria José Vieira Fonseca
Beneficiário:Thais Rodrigues Moraes Simi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Quercetina   Microemulsão   Estresse oxidativo   Radicais livres

Resumo

A pele atua como uma barreira entre o meio externo e o organismo, servindo como proteção para os órgãos internos. Mesmo sendo equipada com um grande número de mecanismos de defesa antioxidante, certas situações como a exposição prolongada à radiação ultravioleta, são capazes de romper o equilíbrio pró-oxidante/antioxidante no organismo, levando a um aumento incontrolável na concentração de espécies reativas de oxigênio (EROS), as quais tem um importante pape em doenças cutâneas como fotocarcinogênese, fotoenvelhecimento e danos as células epidermais. Os danos na pele podem também ser resultado do aumento na produção de radicais de oxigênio durante a resposta inflamatória. Assim, considerando que poucos tecidos do corpo estão sujeitos à similar grau de exposição ao estresse oxidativo, a aplicação tópica de antioxidantes como a quercetina, tem sido sugerida como uma excelente forma de diminuir os danos oxidativos causados pela radiação UV na pele. No entanto, para exercer tal efeito é preciso que este flavonóide seja capaz de permear pelo estrato córneo e assim atingir as camadas mais profundas da pele, de forma que estratégias capazes de promover aumento na penetração de substâncias pela pele, como o uso de sistemas microemulsionados, devem ser utilizadas para que a quercetina fossa ser empregada para tal finalidade. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo vivo do sistema microemulsionado contendo o flavonóide quercetina contra o estresse oxidativo induzido por radiação UVB. (AU)