Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao da estabilidade do sistema microemulsionado contendo o flavanoides quercetina.

Processo: 06/53547-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 31 de agosto de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Maria José Vieira Fonseca
Beneficiário:Mirela Mara de Oliveira Lima Leite Vaz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Microemulsão   Cromatografia líquida de alta eficiência   Quercetina   Estabilidade

Resumo

A pele atua como uma barreira entre o meio externo e o organismo, servindo como proteção física, microbiológica e bioquímica para os órgãos internos. Mesmo sendo equipada com um grande número de mecanismos de defesa antioxidante certas situações, como a exposição prolongada à radiação ultravioleta, são capazes de romper o equilíbrio pró-oxidante/antioxidante no organismo, levando a um aumento incontrolável na concentração de espécies reativas de oxigênio (EROS) A aplicação tópica de antioxidantes, como a quercetina, é uma excelente forma de diminuir os danos oxidativos causados pela radiação UV na pele desta forma, estratégias capazes de promover aumento na penetração de substâncias pela pele, como o uso de sistemas micro emulsionados, devem ser utilizadas para que a quercetina possa empregada para tal finalidade. No entanto, fatores como a influência da temperatura nestes sistemas a o fato de os antioxidantes serão compostos inerentemente instáveis, torna o teste de estabilidade parte fundamenta no desenvolvimento de tais formulações. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo avaliar as estabilidades física química e funcional do sistema micro emulsionado contendo o flavonóide quercetina quando exposto a diferentes condições de armazenamento. (AU)