Busca avançada
Ano de início
Entree

Acao de toxinas animais sobre mecanismos de ativacao de danos celulares e processo inflamatorio.

Processo: 06/51665-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Suely Vilela
Beneficiário:Gilmara Ausech Antonucci
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/54855-0 - Toxinas animais: estrutura, função e aplicações biotecnológicas, AP.TEM
Assunto(s):Serina proteases   Metaloproteinases   Expressão gênica

Resumo

Os avanços nos estudos relacionados à atividade de toxinas animais em diferentes mecanismos biológicos têm contribuído de forma significativa para o desenvolvimento de novos fármacos e estratégias terapêuticas mais eficazes em várias doenças humanas. Porém, as bases moleculares da ação destas toxinas ainda são pouco conhecidas. Tendo em vista estas informações, o presente projeto tem como objetivo investigar a ação de toxinas animais (serpentes e escorpião) em células da linhagem celular tumoral HL60 (leucemia promielocítica), utilizando com parâmetros de análise apoptose, cinética do ciclo celular por citometria de fluxo. Em outra abordagem serão avaliadas a expressão de genes bem como expressão de genes pró (Bax e Bad) e anti-apoptóticos (Bcl-2 e Survivina) e envolvidos no processo inflamatório (COX-2 e NFk-B) por meio da técnica de Q-RT-PCR (Quantitative Real Time-Polymerase Chain Reaction), além da identificação das proteínas pela técnica de western blotting. As células serão tratadas com veneno bruto e proteínas/enzimas isoladas de peçonhas de serpentes dos gêneros (Bothrops jararacussu, B. atroxe pirajai), Crotalus (C. d. collilineatus e terrificus), e escorpião (Tityus serrulatus). As proteínas/enzimas isoladas a serem utilizadas serão: metaloprotease, leucino-aminoácido oxidase (LAAO), serinoprotease, lectina, fosfolipase. (AU)