Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos quimico e da neurotoxidade de especies dso generos mikania e lychnophora (asteraceae).

Processo: 05/56343-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2005
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Pesquisador responsável:João Luis Callegari Lopes
Beneficiário:Silvia Helena Taleb Contini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Asteraceae   Produtos naturais   Mikania

Resumo

Estudos químicos e de avaliação da atividade biológica de espécies vegetais nativas, vêm sendo realizados nos últimos anos, visando identificar plantas com propriedade analgésica central. Durante estas investigações, verificou-se que Asteraceae está entre as 10 principais famílias apresentadas como fonte promissora de agentes analgésicos. Várias doenças do sistema nervoso central (SNC) têm em comum problemas no funcionamento de receptores, canais iônicos, transportadores e excesso na liberação de neurotransmissores (NTs). Por este motivo, inúmeras metodologias in vitro e in vivo são empregadas para se estudar o controle dos eventos que ocasionam os problemas neuroniais. No estudo dos efeitos de fármacos de ação central é indispensável o monitoramento da atividade elétrica cerebral, onde o desenvolvimento de crises convulsivas é precisamente avaliado por eletroencefalógrafo (EEG). Os objetivos deste projeto são investigar a composição química e avaliação da atividade neurotóxica e anticonvulsivante de extratos brutos e frações de espécies de Mikania, Lychnophora e de outros gêneros de Asteraceae que apresentam acúmulo de metabólitos que agem no SNC, bem como isolar e identificar os constituintes micromoleculares dos extratos brutos e frações que apresentaram tal atividade. Desta forma, pretende-se contribuir para a descoberta de novos fármacos e protótipos a partir da biodiversidade brasileira. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)