Busca avançada
Ano de início
Entree

A mobilidade e a acessibilidade ao campus da cidade universitaria da universidade de sao paulo.

Processo: 05/52459-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2005
Vigência (Término): 30 de junho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Fundamentos do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Regina Maria Prosperi Meyer
Beneficiário:Marília Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urbanismo   Mobilidade   Acessibilidade   Transporte público   Planejamento territorial urbano

Resumo

Essa pesquisa tem como seu principal objetivo conhecer as características da mobilidade e da acessibilidade relacionada ao Campus da Capital da USP. No Campus da Capital circulam cerca de 150 mil pessoas por dia, vem de todos os quadrantes da metrópole e, algumas vezes de municípios que se situam fora dela, através de automóvel, ônibus ou caminhão, não só da própria universidade - estudantes, professores e funcionários como também pessoas que se utilizam da infra-estrutura viária e de transporte para a passagem, sem considerar os pedestres e ciclistas, excluídos das estatísticas. A Cidade Universitária pode ser considerada como um pólo de centralidade e gerador de tráfego, não só devido à sua estrutura viária e de transportes, como também de serviços, saúde, esporte e lazer, educação e cultura, visto que contém equipamentos de uso público. Como desdobramento dessa problemática também estamos procurando conhecer o papel do transporte público, nesse quadro geral que sabemos -, que é deficiente por não ser acessível às diversas realidades urbanas, em que a integração com outros meios de transporte faz-se necessária e nem sempre é existente ou ainda por não ser suficiente na oferta freqüente de tais meios. (AU)