Busca avançada
Ano de início
Entree

Recuperação do crescimento em crianças submetidas à correção de Tetralogia de Fallot

Processo: 07/05180-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Ana Paula de Carvalho Panzeri Carlotti
Beneficiário:Lucas Seiji Hatanaka
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiopatias congênitas   Crescimento e desenvolvimento   Tetralogia de Fallot   Procedimentos cirúrgicos cardíacos   Crianças

Resumo

Pacientes portadores de cardiopatias congênitas apresentam restrição do crescimento. Estudo prévio realizado na Austrália demonstrou recuperação do crescimento após correção cirúrgica de Tetralogia de Fallot (T4F), porém não avaliou a influência da presença de lesão residual pós-operatória. O objetivo deste estudo é avaliar o crescimento de crianças com T4F corrigida cirurgicamente, expostas ou não à presença de lesão residual no pós-operatório. Outros fatores que podem afetar o crescimento também serão considerados, como o nível socioeconômico, intervalo de tempo entre o nascimento e a correção cirúrgica, a altura dos pais e, portanto, o canal familiar, e a maturação avaliada pela idade óssea. Trata-se de estudo retrospectivo de coorte, em que serão avaliados todos os pacientes submetidos à cirurgia de correção de T4F, no período de janeiro de 1998 até janeiro de 2006 no HC-FMRP-USP, de forma a assegurar pelo menos um ano de seguimento. Os pacientes serão divididos em dois grupos, conforme a presença ou não de lesão residual no pós-operatório. As medidas antropométricas (nascimento, data da cirurgia, 3, 6, 12 meses após a cirurgia e de longo-prazo) serão convertidas em z-scores para comparação com as curvas de referência do CDC 2000. Mensurações do pós-operatório serão comparadas com os valores das medidas no nascimento e na data da cirurgia. Será verificada a proporção de crianças que apresentam altura de longo-prazo dentro do canal familiar e adequação da idade óssea para a idade cronológica. Comparações das medidas antropométricas entre os grupos serão feitas pelo teste t de Student, e comparações das medidas antropométricas entre os tempos no mesmo grupo, pela análise de variância (ANOVA) para medidas repetidas. A comparação do intervalo de tempo entre o nascimento e a correção cirúrgica entre os grupos será feita pelo teste t de Student. A comparação das variáveis categóricas entre os grupos será feita pelo teste exato de Fisher. O nível de significância adotado será p<0,05. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARMONA, FABIO; HATANAKA, LUCAS S.; BARBIERI, MARCO A.; BETTIOL, HELOISA; TOFFANO, ROSELI B. D.; MONTEIRO, JACQUELINE P.; MANSO, PAULO H.; CARLOTTI, ANA P. C. P. Catch-up growth in children after repair of Tetralogy of Fallot. CARDIOLOGY IN THE YOUNG, v. 22, n. 5, p. 507-513, OCT 2012. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.