Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento e caracterização bioquímica da protease presente na fração i do veneno de Tityus serrulatus

Processo: 03/09225-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2004
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Eliane Candiani Arantes Braga
Beneficiário:Juliana Marques Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Assunto(s):Tityus serrulatus   Toxinas   Sistema do complemento   Peptídeo hidrolases

Resumo

Estudos recentes têm demostrado que o veneno de Tityus serrulatus é capaz de desencadear um processo inflamatório bastante intenso. Este processo envolve a liberação de citocinas e também a ativação do sistema complemento. Observam-se também alterações histopatológicas, vasos distendidos e congestionados com material hemolisado em animais injetados com o veneno. Estas alterações podem ser pelo menos em parte, conseqüência de proteases presentes no veneno que poderiam clivar componentes do sistema complemento, desencadeando sua cascata de ativação, o que pode intensificar o processo inflamatório e causar hemólise. Estudos prévios realizados com a fração I, obtida da cromatografia do veneno, demonstraram que a mesma possui atividade proteolítica e altera a migração do componente C3 do complemento. Esta protease presente na fração I pode ter papel relevante no envenenamento e, portanto, este projeto objetiva o isolamento e a caracterização bioquímica da mesma, bem como o estudo de sua ação sobre o sistema complemento. (AU)