Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem matemática de qualidade fluvial transiente: implantação preliminar no Ribeirão Campestre

Processo: 00/03524-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:André Luiz de Lima Reda
Beneficiário:Gizely Fernanda Zana Marques
Instituição-sede: Escola de Engenharia de Lins (EEL). Fundação Paulista de Tecnologia e Educação (UNILINS). Lins , SP, Brasil

Resumo

Este projeto propõe a implantação-piloto do modelo de qualidade da água fluvial MCSTR no ribeirão Campestre, na cidade de Lins, em trecho de 1,1 km que termina 5,3 km a jusante de sua nascente, com cerca de 60 km quadrado neste ponto, a bacia do rio Campestre ainda segue por 30 km até o rio Dourado, afluente do Tietê. Uma pré-calibragem, baseada em campanha-piloto de 1999, objetivará proporcionar informações que melhor direcionarão as futuras coletas de campo para criar uma base de dados mais completa e, assim, permitirá futura calibragem do modelo. O modelo calibrado poderá auxiliar, num futuro a médio prazo, a simulação dos impactos ambientais de modificações da água fluvial, de diferentes alternativas de tratamento e despejo de esgotos, de incidentes de poluição fluvial transiente e do transporte fluvial de sólidos produzidos pela erosão na bacia do ribeirão Campestre. (AU)