Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de diferentes técnicas de clareamento para dentes não vitais na resistência adesiva do esmalte

Processo: 05/55554-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2005
Vigência (Término): 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Cristiane Mariote Amaral
Beneficiário:Ana Carolina Tedesco Jorge
Instituição-sede: Centro de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade de Guarulhos (UNG). Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Clareamento de dente   Resistência de união (odontologia)   Esmalte dentário

Resumo

O clareamento externo em consultório tem sido preconizado como auxiliar no clareamento de dentes não vitais. Com esta associação de técnicas a concentração de peróxido de hidrogênio liberado é aumentada, podendo potencializar os efeitos deletérios do clareamento sobre os tecidos dentais. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar, in vitro, os efeitos da associação do clareamento em consultório com o clareamento interno sobre a resistência adesiva do esmalte. Serão utilizados 120 dentes bovinos que serão clareados interna e/ou externamente com Perborato de Sódio e água, Peróxido de Carbamida a 37% e Peróxido de Hidrogênio (p/ clareamento em consultório). O grupo controle não receberá tratamento clareador. Os dentes serão seccionados, sendo que um fragmento de esmalte de cada dente será utilizado para a análise da resistência adesiva. Sobre as superfícies de esmalte serão confeccionadas restaurações de resina composta que serão seccionadas em "palitos", os quais serão posicionados na máquina universal de ensaio para o teste de microtração. Os resultados serão submetidos à Análise de Variância, ao nível de significância de 5%, para a comparação entre os grupos. (AU)