Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes de sensores para deteccao de falhas: analise e proposicao de tecnicas baseadas em conceitos de redes sociais complexas.

Processo: 08/52129-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Pesquisador responsável:Carlos Henrique Costa Ribeiro
Beneficiário:Matthias Rudolf Brust
Instituição-sede: Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Heurística   Redes de sensores   Redes complexas   Algoritmos adaptativos

Resumo

A evolução na abrangência dos sistemas computacionais e, por conseqüência, seu aumento de complexidade, torna de extrema importância a implementação de mecanismos eficientes de acessibilidade, segurança e tolerância a falhas, capazes de garantir supervisão e adaptação. No contexto da detecção de falhas em sistemas dinâmicos, um enfoque cada vez mais difundido é a implantação distribuída de sensores fisicamente próximos ao fenômeno de interesse. Estes sensores, quando atuando em colaboração, têm a habilidade de medir o ambiente com detalhes e redundância, e podem disparar ações específicas, facilitando o monitoramento e o controle de eventos. Isto cria a expectativa de um melhor balanceamento da carga de transmissão de informação entre os dispositivos responsáveis pelo processamento e transmissão das informações obtidas pelos sensores, em contraste com abordagens usuais que consideram um monitoramento de falhas baseado em um processador central. No que se refere à estrutura de um sistema distribuído para detecção de falhar, nos sistemas em que a dinâmica envolve os próprios sensores, abordagens tradicionais para o tratamento de redes não são de todo adequadas. Os protocolos e algoritmos de rede de sensores devem neste caso possuir capacidade de auto-organização, de modo a garantir adaptação a esta dinâmica. É ainda necessário o desenvolvimento de modelos de redes que sejam eficientes do ponto de vista local (alta robustez a falhas) e global (alta capacidade de disseminação da informação). Estas características de eficiência podem ser encontradas em redes sociais complexas, as quais descrevem uma grande variedade de sistemas encontrados na natureza e na sociedade (e.g. Internet e redes ecológicas), onde, se acredita, um possível objetivo é otimizar a cooperação e a troca de informações entre os indivíduos. Cada vez mais é reconhecido que a topologia e a evolução destas redes são governadas por princípios organizacionais, e algumas técnicas construtivas - freqüentemente baseadas em heurísticas - têm sido propostas para a geração de redes complexas de alta eficiência, sugerindo assim uma aplicação em modelos de redes de sensores. O objetivo primordial deste projeto é então propor e investigar técnicas baseadas na teoria de redes sociais complexas para a concepção e manutenção de topologias de redes de sensores que favoreçam a disseminação rápida e robusta de informações referentes a falhas em sistema dinâmicos de grande porte. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AKBAS, MUSTAFA I.; BRUST, MATTHIAS R.; TURGUT, DARNIA. SOFROP: Self-organizing and fair routing protocol for wireless networks with mobile sensors and stationary actors. COMPUTER COMMUNICATIONS, v. 34, n. 18, p. 2135-2146, DEC 1 2011. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.