Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia e anatomia de frutos, sementes e plântulas e Anacardium humile St. Hill (Anacardiaceae) do Cerrado do estado de São Paulo

Processo: 02/03352-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2002
Vigência (Término): 31 de julho de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Sandra Maria Carmello-Guerreiro
Beneficiário:Juliana Lessa Sacoman
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Plântulas   Fruto   Cerrado

Resumo

A flora do cerrado é bastante diversificada, abrigando um grande número de espécies arbóreas, arbustivas, subarbustivas e herbáceas. Neste bioma, o material que será estudado, compreende frutos, sementes e plântulas de Anacardium humile A. St. Hil. (Anacardiaceae) do cerrado do estado de São Paulo. A. humile foi escolhido para a realização deste estudo por ser um arbusto abundante na região do cerrado de São Paulo e pela escassez de trabalhos que consideram a morfologia e anatomia do fruto e semente desta espécie, embora estudos como esses sejam de grande importância para trabalhos que envolvam manejo e conservação da fauna e flora silvestre, estudos ecológicos, investigações sobre sucessão e regeneração de ecossistemas de matas naturais, finalidades taxonômicas, medicinais e comerciais, pouco se tem progredido neste campo de conhecimento. Além disso, as espécies que ocorrem no cerrado são importantes recursos genéticos que despertaram, recentemente, a necessidade de se proteger e preservar sua diversidade genética, porém as dificuldades ainda são muitas, uma vez que as informações sobre este bioma são restritas a um pequeno número de espécies, o que tem dificultado qualquer tentativa de se criar um esquema racional de preservação dos cerrados. Por isso, este trabalho pretende buscar dados estruturais que, integrados a outros estudos, possam esclarecer e explicitar padrões estruturais que caracterizam a vegetação do cerrado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)