Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo in vitro de dentes tratados endodonticamente restaurados com pinos intrarradiculares pré-fabricados em fibra de vidro ou núcleos metálicos fundidos após ciclagem termo-mecânica.

Processo: 09/14231-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Renata Cristina Silveira Rodrigues Ferracioli
Beneficiário:Maria Augusta Miranda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Ensaios mecânicos   Próteses e implantes   Técnica para retentor intrarradicular   Endodontia

Resumo

A restauração de dentes tratados endodonticamente sempre foi um desafio para os profissionais. Estes dentes apresentam considerável diminuição quantitativa de seu tecido coronário tanto por cáries, fraturas, restaurações prévias inadequadas quanto pelo acesso à câmara pulpar e condutos radiculares. Durante muitos anos, dentes tratados endodonticamente eram tradicionalmente restaurados com núcleos metálicos fundidos devidos as boas propriedades mecânicas das ligas odontológicas. A maior desvantagem deste tipo de pino é a concentração de tensões na raiz. Além disso, a coloração destes materiais pode causar problemas quando restaurações estéticas livres de metal são utilizadas. Atualmente, dentre os materiais utilizados para restauração de dentes tratados endodonticamente, os pinos de fibra de vidro têm aumentado sua popularidade devido a propriedades mecânicas favoráveis aliadas ao bom resultado estético. Diante da possibilidade de utilizar diferentes técnicas e materiais para restaurar os dentes tratados endodonticamente, o profissional se depara cada vez mais com a dúvida de como restaurar estes dentes. Sendo assim, a hipótese testada neste estudo será a de que há diferença significante na resistência de dentes endodonticamente tratados e restaurados com diferentes sistemas de pinos após submissão a ciclagem mecânica e térmica por diferentes períodos. Adicionalmente será verificado, também, se há diferença significante na ocorrência de infiltração após o período total de ciclagem. Os sistemas de pinos utilizados serão: núcleos metálicos fundidos e pinos de fibra de vidro. Estes pinos serão fixados com cimentos resinosos em caninos e sobre estes serão cimentadas coroas totais metálicas. Após a cimentação das coroas, os corpos-de-prova serão submetidos ao ensaio de ciclagem mecânica. Serão realizados 500.000 ciclos, e a cada 100.000 será realizada análise visual para verificar a integridade do corpo-de-prova. Após a realização dos ensaios, corpos-de-prova serão colocados em solução de fucsina básica por 24 horas, após este período serão embutidos e cortados e as áreas infiltradas serão analisadas por microscopia ótica. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística para comparação dos resultados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)