Busca avançada
Ano de início
Entree

Sintese de acidos anacardicos e analogos, possiveis inibidores da enzima ggapdh de t. cruzi.

Processo: 05/04523-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Arlene Gonçalves Corrêa
Beneficiário:Gilmar Araujo Brito Junior
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ácidos anacárdicos   Síntese   Trypanosoma cruzi

Resumo

A doença de Chagas, assim denominada pelo fato de ter sido completamente descrita pelo sanitarista brasileiro Carlos Chagas em 1909, é causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida por algumas espécies do inseto-vetor conhecido como “barbeiro”. Cerca de 18 milhões de pessoas encontram-se infectadas pelo T. cruzi em toda a América Latina. A distribuição geográfica da doença estende-se do México até o extremo sul da Argentina. A necessidade de pesquisas envolvendo o desenvolvimento de novos fármacos no combate à doença de Chagas se deve ao fato de que esta doença tem afetado principalmente setores menos favorecidos das sociedades nos países subdesenvolvidos, desassistidos pelo poder público e negligenciados, por razões econômicas, pelas grandes indústrias farmacêuticas.Na busca por novos fármacos antichagásicos, várias abordagens vêm sendo utilizadas por diversos grupos de pesquisa, dentre as quais o planejamento racional baseado em estrutura. Na busca por possíveis inibidores da enzima gGAPDH de T. cruzi, diversos extratos de plantas e produtos naturais isolados foram avaliados e dentre as várias substâncias que apresentaram alguma atividade inibitória, destacam-se os ácidos anacárdicos. O projeto tem como objetivos:- sintetizar uma coleção de ácidos anacárdicos e análogos - avaliar os compostos sintetizados com relação à atividade inibitória da enzima gGAPDH de Trypanosoma cruzi em ensaios in vitro.A metodologia a ser empregada é baseada no trabalho de Yamagiwa et al. (1997) e tem como etapa chave uma reação de Wittig. Com a finalidade de se obter informações sobre a relação estrutura-atividade e tentar otimizar a atividade biológica dos ácidos anacárdicos frente a enzima gGAPDH de T. cruzi, serão selecionados aldeídos de 6 a 16 carbonos. Pretende-se também estudar o efeito de grupos substituintes no anel aromático assim como as funções ácido carboxílico e hidroxila.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)