Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos dopaminergicos no freezing e no sobressalto potencializado pelo medo

Processo: 03/01150-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Marcus Lira Brandão
Beneficiário:Amanda Ribeiro de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/03705-0 - Neurobiologia do medo e do stress, AP.TEM
Assunto(s):Apomorfina   Dopamina   Congelamento   Medo

Resumo

Várias evidências vêm sendo obtidas mostrando o envolvimento de mecanismos dopaminérgicos na mediação química do medo. Além disso, é sabido que a apomorfina, um agonista dopaminérgico, aumenta a reação defensiva em ratos submetidos a um teste de condicionamento com pareamento de estímulos que sinalizam choques elétricos. No presente projeto investigaremos a participação de mecanismos dopaminérgicos no medo contextual e no medo condicionado clássico, utilizando-se o modelo da potencialização do reflexo de sobressalto com o uso do contexto ou da luz-CS como estímulos condicionados. Em um dos experimentos, ratos serão expostos a choques elétricos associados ao contexto (caixa B) onde, posteriormente, será feito o registro do reflexo de sobressalto. Animais controles serão submetidos ao mesmo contexto, mas sem exposição aos choques. Já nos experimentos com luzrCS, grupos, de animais serão expostos a choques elétricos associados a uma luz em um contexto diferente (caixa A). No próximo dia, todos os animais serão expostos à caixa experimental B onde serão submetidos somente ao contexto ou a luz sem pareamento com choques, para registro da reação de sobressalto. A resposta de congelamento e o reflexo de sobressalto serão registrados na ausência e na presença de ruídos brancos (100dB, 50ms). Grupos de animais distintos receberão antes das sessões-teste salina ou apomorfina nas doses de 0,1, 0,5 e 1,0 mg/kg. (AU)