Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da mediação dopaminérgica do medo e da ansiedade por fatores hormonais (eixo hipotálamo pituitária adrenal)

Processo: 10/50669-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Marcus Lira Brandão
Beneficiário:Amanda Ribeiro de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/00041-3 - Neurobiologia do estresse: a interface sensório-motora, AP.TEM
Assunto(s):Dopamina   Corticosterona   Microdiálise

Resumo

O condicionamento aversivo é um dos paradigmas mais utilizados para estudo das bases biológicas da memória emocional. A dopamina é um dos principais neuromoduladores envolvidos nestes processos. Um conjunto crescente de evidências dá suporte à hipótese de que a via mesocorticolímbica é particularmente sensível à estimulação aversiva. Entre as regiões inervadas por esta via, o complexo basolateral da amígdala (BLA) é um componente essencial dos circuitos neurais do medo condicionado. Projeções dopaminérgicas para o BLA, embora mais comumente associadas com os efeitos reforçadores de diversos estímulos, são também requeridas no condicionamento aversivo. Paralelamente, a ativação do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal (HPA) tem sido considerada parte importante da reação ao estresse, podendo ser provocada por estímulos aversivos condicionados. Diversos estudos mostram relações recíprocas entre a atividade dopaminérgica e a ativação do eixo HPA, sendo que neurônios dopaminérgicos na amígdala apresentam moderada densidade de receptores corticosteróides. Assim, a atividade dopaminérgica no BLA e a ativação do eixo HPA podem se associar para a produção de estados aversivos. No presente estudo, utilizaremos uma abordagem comportamental, farmacológica, neuroquímica e neuroendócrina para avaliar em que medida as interações entre a neurotransmissão dopaminérgica no BLA e a atividade do eixo HPA são determinantes na expressão do medo condicionado. Para isto, os mecanismos neurais mediados pela dopamina ou por corticosteróides serão manipulados farmacologicamente em ratos submetidos a procedimento de medo condicionado utilizado rotineiramente no laboratório. Os parâmetros monitorados incluirão o congelamento condicionado, os níveis extracelulares de dopamina no BLA e os níveis plasmáticos de corticosterona. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, AMANDA R.; REIMER, ADRIANO E.; REIS, FERNANDO M. C. V.; BRANDAO, MARCUS L. Dopamine D-2-like receptors modulate freezing response, but not the activation of HPA axis, during the expression of conditioned fear. Experimental Brain Research, v. 235, n. 2, p. 429-436, FEB 2017. Citações Web of Science: 6.
DE OLIVEIRA, AMANDA R.; REIMER, ADRIANO E.; BRANDAO, MARCUS L. Mineralocorticoid receptors in the ventral tegmental area regulate dopamine efflux in the basolateral amygdala during the expression of conditioned fear. PSYCHONEUROENDOCRINOLOGY, v. 43, p. 114-125, MAY 2014. Citações Web of Science: 5.
COLOMBO, ANA CAROLINE; DE OLIVEIRA, AMANDA RIBEIRO; REIMER, ADRIANO EDGAR; BRANDAO, MARCUS LIRA. Dopaminergic mechanisms underlying catalepsy, fear and anxiety: Do they interact?. Behavioural Brain Research, v. 257, p. 201-207, NOV 15 2013. Citações Web of Science: 8.
DE SOUZA CAETANO, KATIA A.; DE OLIVEIRA, AMANDA R.; BRANDAO, MARCUS L. Dopamine D2 receptors modulate the expression of contextual conditioned fear: role of the ventral tegmental area and the basolateral amygdala. Behavioural Pharmacology, v. 24, n. 4, p. 264-274, AUG 2013. Citações Web of Science: 26.
REIMER, A. E.; DE OLIVEIRA, A. R.; BRANDAO, M. L. GLUTAMATERGIC MECHANISMS OF THE DORSAL PERIAQUEDUCTAL GRAY MATTER MODULATE THE EXPRESSION OF CONDITIONED FREEZING AND FEAR-POTENTIATED STARTLE. Neuroscience, v. 219, p. 72-81, SEP 6 2012. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.