Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização ultra-estrutural da glândula de veneno de operárias de formigas Pachycondyla striata (Hymenoptera: Ponerinae)

Processo: 02/01178-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2002
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Maria Izabel Souza Camargo
Beneficiário:Gabriela Ortiz
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Hymenoptera   Venenos   Morfologia animal

Resumo

O aparelho de ferrão dos Hymenoptera é uma estrutura derivada diretamente do ovipositor e funciona nos Acuelata como arma efetiva na defesa da colônia (HERMANN, 1969; 1984). A eliminação do veneno representa parte de um mecanismo de defesa das operárias, e é importante principalmente durante a fase da vida em que elas deixam os trabalhos no interior da colônia e passam à tarefa de coleta de alimento, expondo-se diretamente a situações frequentes de perigo. Associadas ao ferrão são encontradas glândulas exócrinas importantes no desempenho desses papéis. Nos trabalhos de LELLO (1968, 1971a, b) ficou evidente que o veneno é constituído apenas pela secreção ácida, enquanto que TROJAN (1930) verificou que a glândula básica é uma estrutura que desemboca próxima a base do ferrão, não estando ligada a ele. O presente trabalho tem por objetivo estudar, ultra-estruturalmente, através de técnicas de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET), as glândulas de veneno de formigas operárias Pachycondyla striata, trazendo dessa forma maiores informações sobre esses órgãos, principalmente no que diz respeito a glândula convoluta, estrutura recém descrita em formigas. (AU)