Busca avançada
Ano de início
Entree

As repercussões do debate urbanístico na imprensa paulistana no período de 1911 a 1945

Processo: 01/04758-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2001
Vigência (Término): 31 de julho de 2002
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Candido Malta Campos Neto
Beneficiário:Fernanda Acre Pacheco
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Planejamento territorial urbano   Urbanismo

Resumo

Este projeto individual insere-se dentro do projeto de pesquisa: "A cidade que não pode parar: Planos urbanísticos de São Paulo no século XX", em andamento no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, no âmbito da Linha de Pesquisa "Urbanismo Moderno e Contemporâneo: Representação e Intervenção", tendo como pesquisador responsável e líder de equipe, a Profa. Dra. Nadia Somekh. Dentro desse esforço mais amplo sobre os planos urbanísticos de São Paulo, o presente trabalho propõe a realização de um estudo sobre as repercussões, na imprensa, das discussões dos planos urbanísticos para à cidade de São Paulo, recortando o período de 1911 a 1945. Visa esclarecer e organizar o tratamento concedido às questões do urbanismo e da intervenção sobre o espaço urbano. Posteriormente o estudo continuará passando pelos períodos seguintes que abrangem as décadas de 50, 60, 70 e 80, chegando aos anos noventa com os últimos projetos de planos diretores discutidos para a cidade. Como objetivo especifico e pessoal, está a busca de novas possibilidades de estudo e entendimento do processo de produção do espaço urbano, bem como da sua relação com planos urbanísticos. (AU)