Busca avançada
Ano de início
Entree

Auto-organização temporal na interface sólido/líquido: eletrooxidação de ácido fórmico sobre platina

Processo: 05/04667-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Hamilton Brandão Varela de Albuquerque
Beneficiário:Raphael Nagao de Sousa
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido fórmico   Platina   Eletrocatálise   Auto-organização   Eletro-oxidação

Resumo

Dada a sua relevância como sistema modelo em eletrocatálise, a reação de eletrooxidação de ácido fórmico sobre platina tem sido bastante estudada. Além da conhecida literatura tratando da auto-organização temporal, tem sido reportado recentemente a existência de dinâmica complexa nesse sistema quando perturbado pela presença de pequenas quantidades de ânions diferentes daqueles constituintes do eletrólito de suporte. Foi demonstrado que o impacto da presença desses ânions é bem mais complexo que simplesmente o de bloquear sítios superficiais como geralmente aceito; já sob o ponto de vista dinâmico, seqüências oscilatórias extremamente ricas foram observadas. Entretanto, deve ser enfatizado que todos esses experimentos em regime oscilatório foram realizados sob controle galvanostático. Dada a importância do modo de controle potenciostático dinâmica espaço-temporais, o presente projeto tem como objetivo estudar os processos de auto-organização temporal durante a eletrooxidação de ácido fórmico sobre platina na presença de diferentes ânions adicionados ao eletrólito de suporte. Os experimentos serão realizados em solução aquosa de ácidos sulfúrico e perclórico perturbada pela presença dos ânions tetrafluoroborato, trifluorometanossulfonato e hexafluorofosfato. Os aspectos fundamentais da dinâmica do sistema serão investigados através de técnicas eletroquímicas tradicionais além de estudos gravimétricos com a nanobalança eletroquímica a cristal de quartzo. Em linhas gerais, a estratégia experimental tem como foco a identificação das regiões de parâmetros nas quais oscilações estáveis de corrente são observadas, com a conseqüente análise dos aspectos mecanísticos associados. (AU)