Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos flavonoides no combate ao estresse oxidativo em crianças submetidas à cirurgia cardíaca

Processo: 06/03079-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2007
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ulisses Alexandre Croti
Beneficiário:Rafael Clark de Oliveira Piteri
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo   Flavonoides   Circulação extracorpórea   Resposta inflamatória   Antioxidantes

Resumo

A circulação extracorpórea é reconhecida como importante causa de uma complexa resposta inflamatória, a qual contribui significantemente com diversas complicações pós-operatórias, sendo essas renais, pulmonares, neurológicas, hemorragias e até disfunção de múltiplos órgãos. Isso se deve ao processo de isquemia e reperfusão, ao qual é submetido o coração, e a produção de radicais livres que decorre desse processo. Flavonoides são polifenóis antioxidantes presentes naturalmente em vegetais, frutas e bebidas. A ação antioxidante desses compostos dá-se por meio da remoção de radicais superóxido, oxigênio singlet e peróxidos lipídicos, por meio da inibição da oxidação das lipoproteínas de baixa densidade (LDL), inibição da agregação plaquetária, redução da proliferação celular e modulação do tônus vascular. Serão estudados 30 indivíduos distribuídos em três grupos, Grupo A - 10 pacientes com comunicação interatrial (CIA) que serão submetidos à circulação extracorpórea (CEC) e que receberão suco de uva, Grupo B - 10 pacientes com CIA que serão submetidos a CEC e que receberão placebo e Grupo C - 10 pacientes com persistência do canal arterial que não passaram por CEC e não receberão suco de uva nem placebo. Será extraído sangue periférico para a dosagem de malondialdeído, nitritos, nitratos, ácido úrico e capacidade antioxidante total. Além disso, serão dosados os níveis de flavonoides no suco de uva e nos pacientes. As variáveis quantitativas com distribuição gaussiana serão analisadas pelo teste t ou pela análise de variância. As variáveis quantitativas com distribuição não gaussiana serão analisadas aplicando-se teste de Mann-Whitney ou Kruskal-Wallis. Para as comparações intergrupo serão utilizados os testes t pareado ou Wilcoxon, de acordo com a necessidade. Será admitido erro alfa de 5%, com nível de significância para p < 0,05. Palavras-chave: Flavonoides, Estresse Oxidativo, Cirurgia Cardíaca Pediátrica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)