Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de complexos polipiridínicos de Re(I) e Ru(II) em novos dispositivos para conversão de energia

Processo: 09/08771-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Neyde Yukie Murakami Iha
Beneficiário:Antônio Otávio de Toledo Patrocínio
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fotoquímica inorgânica   Conversão de energia   Fotocatálise

Resumo

O presente plano de pesquisa envolve a síntese e caracterização de complexos polipiridínicos de Re(I) e Ru(II) capazes de realizar funções específicas induzidas pela luz. Tais compostos serão imobilizados em substratos adequados e aplicados em dispositivos fotoeletroquímicos para fotossíntese artificial, eletroluminescência, sensoriamento e conversão de luz solar em eletricidade.Complexos mono ou binucleares de Re(I) contendo derivados de piridina ou ligantes isomerizáveis terão suas propriedades fotofísicas e fotoquímicas avaliadas em filmes poliméricos e adsorvidos na superfície de filmes de óxidos metálicos. As eficiências dos processos de transferência de energia e/ou de elétrons serão racionalizadas em função das propriedades dos ligantes e os filmes deverão ser aplicados em dispositivos emissores de luz, LEDs, em fotochaveadores, fotossensores e fotocatálise.Com o objetivo de promover a fotoclivagem da água, complexos de Ru(II) contendo um centro cromóforo e um centro catalítico serão adsorvidos sobre filmes de TiO2. As propriedades fotoeletroquímicas dos filmes sensibilizados serão avaliadas em diferentes condições e com diferentes técnicas, de forma a elucidar o mecanismo de catálise, determinar as etapas limitantes e maximizar a evolução de O2. A estabilidade, bem como, a melhoria do processo de montagem dos dispositivos serão avaliadas inicialmente em células solares sensibilizadas por corante e deverão ser estendidas aos demais dispositivos propostos no plano. Pretende-se dessa forma, contribuir para o desenvolvimento de novas tecnologias capazes de produzir energia limpa de forma eficiente e sustentável.