Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do oxigênio singlete em sistemas biológicos: efeito deletério e sinalizador

Processo: 02/13373-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 06 de junho de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Paolo Di Mascio
Beneficiário:Glaucia Regina Martinez
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/03878-7 - Caracterização de biomoléculas modificadas por mecanismos oxidativos, especialmente via oxigênio singlete, em sistemas químicos e biológicos, AP.TEM
Assunto(s):Oxigênio singleto   Luminescência   Oxidação   DNA   Espectrometria de massas

Resumo

Esse projeto visa estudar os mecanismos pelos quais ocorrem os processos de oxidação de bases do DNA e aminoácidos de proteínas por 1O2 e suas implicações em sistemas biológicos. Para isso, um parâmetro essencial é a identificação dos intermediários e produtos de oxidação gerados pela reação dessas biomoléculas com 1O2. Nesse sentido, duas ferramentas fundamentais serão utilizadas: uma fonte pura de 1O2, como os endoperóxidos de derivados de naftaleno hidrofílicos, entre eles um gerador desenvolvido pelo grupo que possui caráter não-iônico e é preparado com isótopo 18 do oxigênio, sendo capaz de gerar 1O2 isotopicamente marcado, e técnicas analíticas que permitam a separação e a identificação dos produtos formados como separações cromatográficas, principalmente por cromatografia líquida de alta performance, e análises por espectrometria de massas e ressonância magnética nuclear. Além disso, uma outra ferramenta importante será a síntese de oligonucleotídeos modificados para estudos modelo de mecanismo de reação, mutagênese e reparo em bactérias e células de mamíferos. Em particular, temos os seguintes objetivos específicos: (I) caracterizar os intermediários e produtos de oxidação formados na reação do 1O2 com a 8-metoxi-7,8-dihidro-2'-desoxiguanosina e 1,n2-eteno-2'-desoxiguanosina em solução aquosa e quando inseridos em oligonucleotídeos fita simples e dupla; (II) investigar o papel oxidativo do 1O2 frente a compostos de enxofre, como cisteína e glutationa, para esclarecer sua atuação em vias de sinalização celular e (III) desenvolver novos captadores químicos de 1O2. (AU)