Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre gramaticalização e movimentação social - estudo do item "meio" na Cidade de São Paulo

Processo: 08/04668-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Língua Portuguesa
Pesquisador responsável:Maria Célia Pereira Lima Hernandes
Beneficiário:Priscilla Klinger Nogueira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Gramaticalização

Resumo

O presente projeto trata do processo de gramaticalização do item "meio", ou seja, do deslizamento funcional operado por tal termo, tornando-o cada vez mais abstrato e, também, mais gramatical. Ainda com referência a esse item, o presente trabalho visa à investigação das propriedades que ele detém na expressão "meio que", os contextos motivadores da sua união ao "que", como também as propriedades do elemento "que" na expressão. Importante é, portanto, para esta pesquisa, a investigação dos padrões funcionais desempenhados pelo item-fonte "meio", empreendida em um estudo-piloto, que teve como corpus a língua falada culta na cidade de São Paulo (Corpus PHPP, INFORME, 2004). Foram identificados onze padrões funcionais, que foram analisados a partir da seqüência de categorias cognitivas proposta por Heine, Claudi e Hünnemeyer (1991 b) (pessoa > objeto > processo > espaço > tempo > qualidade), procedendo à quantificação de ocorrências pertencentes a cada uma dessas categorias. A constituição da amostra tendência, que irá substituir o corpus de recontato, permitirá a verificação ou não de mudanças que possam ter ocorrido em relação aos dados que foram identificados, descritos e analisados a partir do corpus de contato, bem como a aplicação dos estágios propostos por Hopper (1991) a fim de identificar a que pressões são submetidos os itens para que deslizem funcionalmente. É, ainda, foco central desta pesquisa, a identificação de perdas e ganhos cognitivo-pragmáticos, que tenham ocorrido durante tal processo de deslizamento funcional. A amostra tipo tendência permitirá, ainda, a identificação de mais casos não descritos pelos dicionários Houaiss & Villar (2001) e Novo Aurélio (1999), que tenham o item "meio" em sua base. Este projeto tem como hipótese a identificação de mudanças na análise da amostra tendência. As freqüências de cada categoria cognitiva provavelmente se alterarão.