Busca avançada
Ano de início
Entree

Os movimentos negros, identidade étnica e identidade política (1924-1950)

Processo: 01/04526-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2001
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Maria Luiza Tucci Carneiro
Beneficiário:Karin Sant Anna Kossling
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Racismo   Preconceito   Polícia política   Identidade étnica   Movimentos negros   Era Vargas   Negros

Resumo

A presente pesquisa tem como intenção preencher uma lacuna deixada pela historiografia contemporânea nas análises sobre o movimento negro no Brasil. Uma vez que, existem esparsas pesquisas sobre o assunto e, em geral, em obras com o propósito de analisar à questão social do negro, acabam por comentar a respeito do movimento negro de maneira superficial, ou desconsiderando o caráter político contido em sua atuação. Assim, o propósito desta pesquisa é justamente resgatar a memória histórica do movimento negro no Brasil, de 1924 a 1950, na perspectiva da identidade étnica e da identidade política. Nesse sentido, buscaremos compreender a construção da identidade negra e seus desdobramentos políticos, através da reação do governo, pela ação da polícia política em relação a esses movimentos, procurando captar tanto os pensamentos contidos nos movimentos negros, bem como observar a reação da repressão com relação a estes movimentos sócio-políticos. Partiremos do pressuposto de que não houve um movimento único, mas sim múltiplos movimentos negros, com diferentes posicionamentos e estratégias de luta dentro dos seus participantes. A questão racial constitui uma das questões mais relevantes da sociedade brasileira, investigar a reação ao racismo e buscar compreender a sua inserção social nos coloca diante de pontos pertinentes para entender melhor nossa sociedade e os desdobramentos políticos e sociais que decorrem no presente. (AU)