Busca avançada
Ano de início
Entree

Conhecimento que os acompanhantes dos pacientes de uma clínica-escola de fonoaudiologia têm sobre a atuação fonoaudiológica

Processo: 06/06065-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Simone Aparecida Lopes-Herrera
Beneficiário:Ana Gabriela Lopes Pimentel
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Fonoaudiólogos   Pacientes   Reabilitação dos transtornos da fala e da linguagem   Educação em saúde

Resumo

O fonoaudiólogo é um profissional de atuação autônoma e independente que exerce suas funções nos setores público e privado, responsável pela promoção da saúde, avaliação, diagnóstico, orientação, terapia (habilitação e reabilitação) e aperfeiçoamento dos aspectos fonoaudiológicos da função auditiva periférica e central, função vestibular, linguagem oral e escrita, voz, fluência, articulação da fala, sistema miofuncional orofacial, cervical e deglutição, podendo também exercer suas atividades de ensino, pesquisa e administrativa, além de ter atuação clínica, empresarial, escolar (em escola especial e regular), hospitalar, dentre outros. O objetivo dessa pesquisa é avaliar o nível de conhecimento que os acompanhantes de pacientes de uma clínica-escola de Fonoaudiologia têm sobre a atuação fonoaudiológica. A pesquisa será realizada na Clínica-escola do Departamento de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru que atende a uma demanda espontânea de pacientes e a uma demanda dirigida, que vem encaminhada de outros profissionais (Postos de Saúde, escolas, creches, profissionais de saúde de Bauru e região). É necessário ressaltar a importância que os acompanhantes dos pacientes têm para a evolução da terapia, visto que muitos pacientes não estão habilitados a se responsabilizar pelo seu atendimento, por serem crianças ou terem problemas neurológicos que causem dificuldades de locomoção e/ou cognição. Os acompanhantes, às vezes, têm a função de transportar o paciente, responder a perguntas da anamnese, estimular a ajudar o paciente a realizar os exercícios recomendados pelos fonoaudiólogos e incentivá-los em sua reabilitação. A importância dessa pesquisa será obter um maior conhecimento do quanto às pessoas que tem um maior contato com pacientes que necessitam de tratamento fonoaudiológico sabem sobre essa atuação. O objetivo é valorizar a profissão e descobrir a carência da população sobre essa área, para propor ações eficientes de conscientização e visibilidade sobre Fonoaudiologia. O método utilizado será a aplicação de questionários específicos para os acompanhantes dos pacientes (grupo experimental) e para um grupo controle. Os dados serão analisados estatisticamente por testes paramétricos e não-paramétricos. (AU)