Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da proliferação celular na próstata de gerbilos vasectomizados, após indução química pela injeção intraperitoneal do carcinógeno N-Metil-N-Nitrosuréia (MNU)

Processo: 08/58531-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Sérgio Pereira
Beneficiário:Marcela de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Vasectomia   Próstata   Apoptose   Proliferação celular

Resumo

Há alguns anos surgiu controvérsia sobre a correlação entre vasectomia e câncer de próstata. Alguns estudos epidemiológicos tenham apontado aumento do risco de câncer de próstata em homens vasectomizados. A hiperplasia e o carcinoma prostático estão relacionados a falha no mecanismo de regulação do equilíbrio funcional entre os processos de proliferação celular e apoptose. A próstata do gerbilo desenvolve espontaneamente neopfasfas intra-epíteliais, adenocarcinomas e também hiperplasia estromal, durante o envelhecimento. Além disso, o gerbilo parece ser um bom modelo para indução experimental de tumores prostáticos, pois apresenta uma freqüência alta de neoplasias prostáticas espontâneas 9 meses após indução, enquanto o rato Wistar tais lesões desenvolvem-se 15 meses após indução. O presente projeto tem como objetivo analisar a possível influência da vasectomia no estabelecimento de lesões neopfásicas na próstata de gerbilos, induzidas quimicamente pela injeção intraperitoneal do carcinógeno N-metil-N-nitrosuréia (MNU). (AU)