Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise da acao do quimioterapico doxorrubicina em celulas deficientes em diferentes vias de reparo de dna.

Processo: 08/54466-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Carlos Frederico Martins Menck
Beneficiário:Maria Carolina Strano Moraes
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/13255-5 - Genes de reparo de DNA: análise funcional e evolução, AP.TEM
Assunto(s):Reparo do DNA   Antraciclinas   Doxorrubicina

Resumo

Nosso organismo deve lidar, diariamente, com milhares de lesões sofridas pelo DNA causadas por agentes endógenos ou exógenos. O reconhecimento e o posterior reparo dessas lesões dependem de uma série de mecanismos, bastante conservados evolutivamente, que atuam de acordo com o tipo de lesão a ser reparado. Deficiências nessas vias de reparo podem levar a um acúmulo da quantidade de mutações gênicas, levando ao envelhecimento e/ou ao desenvolvimento de neoplasias. Por outro lado, diversos quimioterápicos usados no tratamento de tumores agem justamente lesionando o DNA e levando as células tumorais a apoptose. A doxorrubicina é um dos agentes terapêuticos mais utilizados atualmente, e apesar de seus mecanismos de ação ainda não terem sido completamente esclarecidos, sabe-se que esta droga é capaz de lesionar o DNA. Neste trabalho, pretendemos analisar a metabolização das lesões em DNA causadas pela doxorrubicina, avaliando a participação neste processo de diversos componentes da via de reparo NER. Deste modo, esperamos identificar alvos gênicos que aumentem a eficácia do tratamento com este quimioterápico, já que a interferência com o processo de reparo potencializaria o efeito letal dessas lesões na célula tumoral, o que seria relevante na clínica médica. (AU)