Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de material particulado em microambientes de espaços voltados para a conservação de bens culturais

Processo: 08/04551-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Andrea Cavicchioli
Beneficiário:Ericka Pardini Morrone
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/61437-3 - Impacto de microambientes na conservação de bens culturais, AP.JP
Assunto(s):Material particulado   Aerossóis   Química atmosférica   Voltametria de redissolução

Resumo

A composição atmosférica de microambientes em locais fechados voltados para a conservação de bens culturais vem sendo, nos últimos anos, objeto de estudos cada vez mais freqüentes e cientificamente rigorosos, o que tem se refletido num número crescente de publicações e de eventos focados neste tópico de investigação. No entanto, pesquisas sobre o material particulado foram, até o momento, bastante limitadas embora potencialmente este componente constitua um elemento ameaçador importante para a preservação de artefatos histórico-culturais. Este projeto busca esclarecer o tipo, a fonte e os possíveis impactos de aerossóis encontrados em alguns museus da cidade de São Paulo, cuja atmosfera sofre de problemas crônicos de poluição diretamente relacionados a uma pesada carga de material particulado, como mostram as agências fiscalizadoras da qualidade do ar. Seu objetivo principal será definir uma metodologia para a coleta e a caracterização das partículas nas frações grossa e fina, baseada na quantificação de componentes majoritários e minoritários (especialmente metais pesados) inorgânicos. Serão utilizadas técnicas ativas de coleta de material particulado, capazes de discriminar entre frações diferentes, mas também sistemas passivos, para se determinar a velocidade da deposição seca. A detecção e quantificação de espécies químicas focará a fração solúvel dos particulados e será realizada pelas técnicas de cromatografia de íons e de voltametria de redissolução anôdica e catódica para traços de metais pesados. As informações obtidas deverão ser utilizadas para o entendimento da origem e da dinâmica do material particulado nos museus e evidenciar possíveis impactos sobre a conservação dos bens e a saúde dos visitantes, bem como servir para identificar medidas de mitigação e gestão ambiental. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAVICCHIOLI, ANDREA; MORRONE, ERICKA PARDINI; FORNARO, ADALGIZA. PARTICULATE MATTER IN THE INDOOR ENVIRONMENT OF MUSEUMS IN THE MEGACITY OF SAO PAULO. Química Nova, v. 37, n. 9, p. 1427-1435, 2014. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.