Busca avançada
Ano de início
Entree

Idade e crescimento da sardinha-verdadeira, Sardinella brasiliensis (Steindachner, 1879) (Teleostei: Clupeiformes) na região sudeste-sul do Brasil (23°s-29°s)

Processo: 09/11635-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros Marinhos
Pesquisador responsável:André Martins Vaz dos Santos
Beneficiário:Melissa Mourão Alleman
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade São Judas Tadeu (USJT). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sardinha   Sardinella brasiliensis   Crescimento animal   Variações sazonais   Pesca

Resumo

A sardinha-verdadeira Sardinella brasiliensis (Steindachner, 1879) é uma espécie pelágica endêmica do Brasil distribuída sobre a plataforma continental na região Sudeste e Sul (até 29º S). É um dos mais importantes recursos pesqueiros da região, tendo sofrido grandes flutuações populacionais nas últimas décadas, com acentuado declínio nos últimos anos. Em 2008, no contexto do Projeto ECOSAR (Prospecção e avaliação de biomassa do estoque de sardinha, na costa sudeste, por métodos hidroacústicos), foram realizados dois cruzeiros de pesca exploratória de sardinha, no verão e na primavera, com o objetivo de atualizar seus parâmetros populacionais e as estimativas de biomassa. Neste contexto, o presente projeto avaliará o crescimento de S. brasiliensis a partir da análise de anéis nos otólitos, obtendo uma nova chave-idade comprimento, estimando os parâmetros do modelo de von Bertalanffy e compreendendo a estrutura etária da espécie e suas variações sazonais na área. Estas informações são imprescindíveis para a aplicação de modelos de avaliação de estoques e para a gestão da pescaria de S. brasiliensis. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.