Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e estudos de técnicas multifotônica para diagnóstico e tratamento fotodinâmico

Processo: 10/10347-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Vanderlei Salvador Bagnato
Beneficiário:Mariana Torres Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Óptica não linear

Resumo

Técnicas ópticas são amplamente utilizadas para caracterização de sistemas biológicos, desde a avaliação de alterações teciduais até o acompanhamento da resposta do meio ao tratamento. Comparadas às outras, elas possuem melhor resolução espacial, além da relativa facilidade na geração, condução e detecção da luz. Atualmente, técnicas ópticas de espectroscopia e de geração de imagens são capazes de gerar bons resultados, mas apresentam limitações que comprometem o resultado final. A microscopia por varredura laser e a microscopia confocal são técnicas ópticas que podem melhorar ainda mais a resolução espacial. Em conjunto com técnicas não-lineares é possível montar um sistema de microscopia que pode gerar imagens até três vezes mais profundas, com resolução em nível celular a sobre extensão de uma lesão. Assim, a caracterização da amostra pode ser feita de forma mais precisa, com menor probabilidade de erro.Neste projeto propomos realizar um estudo sobre técnicas multifotônicas para avaliar caracterizar e tratar meios biológicos, visando obter resultados in vivo, com ênfase em terapia fotodinâmica. Propomos a montagem e instalação de um microscópio multifotônico que terá muita utilidade para o grupo de Biofotônica. As imagens obtidas com esse microscópio serão amplamente utilizadas de diversas formas: diagnóstico de neoplasias; a avaliação da profundidade da lesão; resposta ao tratamento com terapia fotodinâmica; entre outras. Além do sistema de microscopia, espera-se realizar inúmeros experimentos em terapia fotodinâmica usando dois fótons como excitação, dando nova dimensão ao projeto. Esses estudos serão realizados no decorrer do projeto.