Busca avançada
Ano de início
Entree

Moradores de rua, politicas sociais e direitos: encruzilhadas na supermodernidade.

Processo: 08/51135-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Serviço Social
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Maximo Pimenta
Beneficiário:Claudia Lucia da Silva
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Taubaté (UNITAU). Taubaté , SP, Brasil

Resumo

Esta pesquisa circunscreve-se a visão que os moradores de rua têm sobre a realidade social contemporânea, tendo como local de pesquisa a cidade de Taubaté, situada no vale do Paraíba paulista. Observa-se que mudanças socioculturais vêm ocorrendo na sociedade brasileira, em especial em cidades de médio porte, como é o caso de Taubaté, e empurram uma massa de pessoas à exclusão, às ruas e seus desdobramentos recaem na lógica da institucionalização de novas relações de toda ordem. Objetiva-se descrever e interpretar, sob a óptica da Sociologia, complementado com as contribuições da Antropologia, da História e do Serviço Social, a relação indivíduo-sujeito-sociedade em tempos de fragmentações, inseguranças, fluidez e instabilidades. Propõe-se realizar trabalho de campo e os sujeitos de investigação, aqueles moradores da zona central da cidade de Taubaté, não serão escolhidos pelo critério de idade, sexo, escolaridade ou qualquer categoria de equivalência, mas peia própria condição de ter estabelecido moradia na rua. A quantidade das entrevistas se dará por acessibilidade e pelo critério da disponibilidade em conceder seus relatos. Por fim, parte-se da hipótese de que as falas produzidas petos moradores de rua dotam-se de sentidos e revelam que suas visões de mundo identificam as mudanças experimentadas pela sociedade brasileira contemporânea. (AU)