Busca avançada
Ano de início
Entree

Especiação do manganês como determinante da sua toxicidade mitocondrial: implicações para o mecanismo de neurotoxicidade do manganês

Processo: 09/16018-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Nadja Cristhina de Souza Pinto
Beneficiário:Raúl Bonne Hernández
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Manganês   Neurotoxicidade   Degradação mitocondrial

Resumo

O manganês (Mn) é essencial para seres vivos, desempenhando um papel importante na função do sistema nervoso, mineralização dos ossos, no metabolismo energético e de proteínas, regulação metabólica e proteção celular. Entretanto, a exposição crônica a este metal, principalmente durante estágios embrionários ou pós-natais, pode induzir diversos eventos tóxicos, onde o sistema nervoso central é o alvo principal. Alta exposição ao manganês tem sido associada a doenças tais como Alzheimer`s, esclerose lateral amiotrófica, Parkinson`s, esquizofrenia, e autismo. Algumas dessas doenças aumentam com o envelhecimento e conseqüentemente o custo dos programas de saúde pública tem aumentado também. Numerosas hipóteses têm sido levantadas para explicar a atividade neurotóxica do manganês, e um papel central para alterações em função mitocondrial e metabolismo energético foram propostos. Entretanto, os dados experimentais existentes neste momento para suportar essa hipótese ainda são escassos, assim como o papel da especiação do Mn como determinante da sua toxicidade mitocondrial e da sua neurotoxicidade permanecem sem serem resolvidos satisfatoriamente. Desta forma, nós propomos que a exposição crônica para as diferentes espécies químicas do manganês pode induzir alterações no genoma mitocondrial, levando ao desregulamento do metabolismo energético, seguido de estresse oxidativo e conseqüentemente eventos apoptóticos e/ou necróticos. Por essa razão, propomos estudar o efeito das varias espécies biodisponíveis de manganês sobre a integridade mitocondrial, usando enfoques bioquímicos e de toxicogenômica. Os dados gerados por este projeto devem melhorar o conhecimento sobre os mecanismos da toxicidade do manganês e possibilitar o emprego de melhores alternativas terapêuticas para a intoxicação com manganês. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HERNÁNDEZ‚ RB; FARINA‚ M.; ESPÓSITO‚ BP; SOUZA-PINTO‚ NC; BARBOSA JR‚ F.; SUÑOL‚ C. Mechanisms of Manganese-Induced Neurotoxicity in Primary Neuronal Cultures: The Role of Manganese Speciation and Cell Type. TOXICOLOGICAL SCIENCES, v. 124, n. 2, p. 414-423, 2011. Citações Web of Science: 42.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.