Busca avançada
Ano de início
Entree

Que russos sao esses? o dilema sovietico no contexto paulista

Processo: 09/53920-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:José Lindomar Coelho Albuquerque
Beneficiário:Karina Lakerbai
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Nação   Nacionalismo   Fronteiras   São Paulo

Resumo

Essa pesquisa pretende entender os fluxos simbólicos e culturais que decorrem como conseqüência do evento da "imigração 'russa" para o Brasil no contexto do fim da União Soviética. O foco estará nos imigrantes das ex-repúblicas soviéticas no período imediatamente posterior a queda oficial da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (1991) até os dias atuais. Problematizaremos a própria expressão "imigração russa" para se referir a toda população da URSS sem classificá-la pela sua origem e nacionalidade uma vez que, na maior parte de sua existência, a União soviética era composta de 15 repúblicas. Com isso, buscaremos elucidar como se dá a construção da identidade e suas ambivalências situacionais, tanto de forma genérica como "imigrantes russos" ou "soviéticos", quanto às formas mais específicas de identificação referentes ás várias repúblicas e identidades étnicas e nacionais existentes no período da União Soviética, tais como ucranianos, bielo-russos, georgianos etc. Como se diferenciam e se identificam como imigrantes russos, soviéticos ou ucranianos no contexto brasileiro, especialmente em São Paulo. Portanto, evidenciaremos o processo de apropriação e re-significação dos aspectos culturais e políticos com os quais os "imigrantes russos" se identificam e negociam suas identidades no Brasil. (AU)