Busca avançada
Ano de início
Entree

Análises hematológicas e biomarcadores de citogenotoxicidade em Micropogonias furnieri provenientes de dois estuários da Baixada Santista,SP

Processo: 10/02528-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Camilo Dias Seabra Pereira
Beneficiário:Lais Donini Abujamara
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia. Universidade Santa Cecília (UNISANTA). Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Zona costeira   Poluição   Estuários   Ecotoxicologia

Resumo

O ambiente aquático tem sido alvo de contaminantes que podem induzir danos em níveis moleculares, bioquímicos, celulares e fisiológicos. A avaliação dos processos patológicos em organismos expostos a contaminantes pode ser realizada através de análises hematológicas, consideradas importantes indicadores fisiohistopatológicos e de qualidade ambiental. A corvina, Micropogonias furnieri (Desmarest, 1823), representa um dos mais importantes pescados do litoral sudeste do Brasil. Vive próximo à costa, sob fundos lodosos e arenosos, alimentando-se de organismos bentônicos, como crustáceos, anelídeos e pequenos peixes, o que os torna mais passíveis de processos de bioacumulação de contaminantes e efeitos biológicos adversos. Este projeto visa caracterizar o quadro hematológico de indivíduos M. furnieri, avaliar respostas citogenotóxicas e empregá-las como indicadores de qualidade ambiental. Neste contexto, serão realizadas coletas de organismos nos estuários de Santos e Itanhaém, ambos localizados no litoral do Estado de São Paulo. Após anestesia, amostras de sangue serão coletadas por punção da veia caudal. Os esfregaços serão corados com May-Grünwald-Giemsa e será determinado o número de eritrócitos em 2000 células, para determinação do número absoluto de leucócitos e trombócitos, além da contagem de micronúcleos e anomalias nucleares. Os resultados obtidos serão submetidos à Análise de Variância para estabelecimento de diferenças significativas (p<0,05) entre as populações estudadas. Ao final do projeto, espera-se produzir uma caracterização do padrão hematológico de M. furnieri e elucidar possíveis alterações citogenotóxicas decorrentes da contaminação dos estuários estudados.