Busca avançada
Ano de início
Entree

Ações da Vitamina C em camundongos experimentalmente infectados com Trypanosoma Cruzi

Processo: 09/06018-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Luciamare Perinetti Alves Martins
Beneficiário:Alex Silva de Gusmão
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido ascórbico   Doença de Chagas   Trypanosoma cruzi

Resumo

O Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas, foi descrito em 1908por Carlos Chagas. O parasito infectando os vertebrados pode levar à resposta inflamatória,lesões celulares e fibrose. Durante a fase aguda, o processo inflamatório exacerbado podelevar a uma resposta inflamatória difusa, com repercussão nos órgãos alvo. Na fase crônica,ocorre diminuição do parasitismo tecidual, porém o ciclo continua a ocorrer, mas em menorproporção. Estudos recentes concluíram que as vitaminas C e E combinadas por seis mesestrazem benefícios significativos ao miocárdio de pacientes no estágio crônico da Doença deChagas. A vitamina C participa como antioxidante, protegendo as células do organismo demamíferos dos radicais livres produzidos pelas células fagocitárias durante a resposta imunecontra microrganismos. No entanto, outros estudos descrevem a utilização do ácido ascórbicopelo T. cruzi, como forma do parasita se proteger dos radicais livre produzidos pelas célulasdo sistema imunológico de hospedeiros. Entretanto, esses estudos são baseados emexperimentos in vitro, não sendo até o momento encontrados na literatura os efeitos apenas desuplementos vitamínicos de vitamina C sobre a parasitemia e órgãos alvo de mamíferosinfectados. Assim, considera-se plausível a necessidade de estudos sobre a vitamina C e suasdosagens sobre a doença de Chagas. Esta pesquisa tem como objetivo verificar asconseqüências na parasitemia e nos tecidos alvo de camundongos infectados por T. cruzi, nasfases aguda e crônica com duas diferentes doses de ácido ascórbico administradas por viaoral. Este estudo será realizado em 12 meses, utilizando 30 camundongos na fase crônica e 30na fase aguda tratados com vitamina C nas dosagens recomendadas e comercializadas.