Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da relação entre estruturas química e atividade tuberculostática de derivados de hidrazonas alfa-heterociclicas e isonicotinamil-hidrazonas

Processo: 96/12478-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 1998
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 1999
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Elisabeth Cheng
Beneficiário:Elisabeth Cheng
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Relação quantitativa estrutura-atividade   Tuberculose   Antituberculosos   Mycobacterium smegmatis   Hidrazonas

Resumo

Uma série de fatores vem contribuindo para o número crescente de casos de tuberculose no mundo, dentre os quais o crescente número de aidéticos que contraem a tuberculose. Apesar de ser uma doença muito antiga e de se conhecer muitas drogas para o seu tratamento problemas como aparecimento de cepas resistentes às drogas utilizadas e o longo período de tratamento (6 meses) continuam em aberto. O objetivo do nosso trabalho é fazer um estudo metodológico no sentido de encontrar drogas tuberculostáticas utilizando QSAR. Pretendemos usar como modelo a Mycobacterium smegmatis, que é uma micro-bactéria não patogênica, para avaliação da atividade biológica em sistema intacto e a ribonucleotídeo redutase desta micro-bactéria como modelo de sistema biológico isolado. Os compostos escolhidos para a primeira série de análogos a serem estudados serão os compostos derivados de hidrazonas α-heterocíclicas e de isonicotinamilhidrazonas, pois sabe-se que alguns compostos que contém estas estruturas apresentam atividade antimicobacteriana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)