Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismo de acao de drogas apontadas como antioxidantes sobre peroxidacao lipidica em membranas biologicas.

Processo: 97/11983-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 1997
Vigência (Término): 30 de novembro de 1998
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Maria de Fatima Nepomuceno Dédalo
Beneficiário:Maria de Fatima Nepomuceno Dédalo
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:96/00039-7 - Interação de fármacos heterocíclicos com proteínas e membranas biológicas: estudos espectroscópicos, AP.TEM
Assunto(s):Peroxidação de lipídeos

Resumo

O estresse oxidativo é considerado como uma situação de desequilíbrio entre os sistemas que estimulam a geração de espécies radicalares e os sistemas protetores que previnem a ação dos mesmos As espécies reativas de oxigênio formadas através do próprio metabolismo celular, são capazes de oxidar moléculas orgânicas, entre elas, lipídios e proteínas de membrana. Recentes estudos tem mostrado que espécies reativas de oxigênio desempenham um papel essencial no controle de processos celulares atuando como segundo mensageiros durante a fase inicial da agregação plaquetária e este efeito parece ser mediado com a molécula de hemoglobina, sendo este mecanismo muito importante na homeostase como resposta aos processos inflamatórios. Em vista destes fatos, antioxidantes podem atuar como redutores da agregação plaquetária, por agir como seqüestrados de espécies reativas de oxigênio. Dados da literatura vem também apontando o possível papel anti-oxidante desempenhado por algumas drogas, entre elas, os compostos fenotiazínicos, como a trifluoperazina (TFP) e clorpromazina, dipiridamol (DIP) e seus derivados. Também estudos espectroscópicos do DIP e seus derivados assim como a interação dos mesmos com micelas e proteínas tem sido bem caracterizados, permitindo a correlação entre estrutura desses compostos, suas propriedades ligantes assim como atividade biológica dos mesmos. Nesta pesquisa temos como objetivo conhecer melhor o mecanismo de ação de drogas com possível papel antioxidante e a interação das mesmas com membranas biológicas assim como a ação protetora exercida pelas mesmas na manutenção da integridade do sistema de membranas biológicas (membrana mitocondrial e eritrocitária) que serão submetidas ao estresse oxidativo induzido por hidroperóxidos ou sais ferrosos. A ação antioxidante do DIP e seus derivados se mostrou efetiva de acordo com a afinidade dos compostos em questão com o sistema de membranas mitocondriais. Outros experimentos serão realizados com objetivo de elucidar o mecanismo de ação das drogas em questão obtendo uma maior compreensão em relação à partição e localização das drogas nas membranas biológicas. (AU)