Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de um formalismo para discretizar eficientemente as equações integrais do Método da Coordenada Geradora Dirac-Fock: cálculos moleculares

Processo: 05/54755-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 02 de janeiro de 2006
Vigência (Término): 01 de abril de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Roberto Luiz Andrade Haiduke
Beneficiário:Roberto Luiz Andrade Haiduke
Anfitrião: Lucas Visscher
Instituição-sede: Pessoa Física
Local de pesquisa : University Amsterdam (VU), Holanda  

Resumo

Durante o projeto de pós-doutorada ao qual o presente pedido está vinculado (02/13594-1) avançou-se no desenvolvimento de uma versão polinomial do método da Coordenada Geradora Dirac-Fock (p-MCGDF) e na obtenção de conjuntos de funções de base Gaussianas sem a presença de prolapso variacional, um problema que geralmente afeta o desenvolvimento de conjuntos de base relativísticos através da otimização de expoentes pela minimização da energia total. Assim, com a finalidade de entender melhor a ocorrência de prolapso, obteve-se um conjunto de base universal do H até No sem evidências significativas de prolapso variacional com o Método da Coordenada Geradora Dirac-Fock (MCGDF) original e com um erro máximo de 8,8 mHartree para o nobélio (35s31p19d16f). Além disto, conjuntos de funções de base adaptados foram desenvolvidos através da p-MCGDF para os átomoS de H até Xe com um erro máximo de 1,5 mHartree para prata c cádmio (25s17p13d). Tais conjuntos adaptados também foram testados para avaliar a presença de prolapso variacional, o qual foi encontrado na simetria s1/2 dos átomos de Rb até Xe (máximo de 0,1 mHartree). Este problema nos conjuntos adaptados foi finalmente superado por meio de um leve ajuste nos parâmetros otimizados da p-MCGDF, Além do mais, tanto o conjunto universal quanto os adaptados foram desenvolvidos de maneira a serem utilizados juntamente com dois dos modelos de núcleo finito mais comuns: 1) o modelo esférico uniforme e 2) o modelo Gaussiano, Os conjuntos adaptados apresentaram um menor tamanho em comparação com o conjunto universal. Torna-se necessário agora realizar cálculos moleculares para avaliar a qualidade dos conjuntos desenvolvidos em aplicações práticas e comparar tais conjuntos com outros presentes na literatura. (AU)