Busca avançada
Ano de início
Entree

Técnica e poesia: 2. A visão de história no ensaísmo de Mallarmé: o dispositivo sacrificial e sua recepção pelas vanguardas do início do século XX

Processo: 08/51061-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de agosto de 2008
Vigência (Término): 14 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Marcos Antonio Siscar
Beneficiário:Marcos Antonio Siscar
Anfitrião: Michel Deguy
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Collège International de Philosophie (CIPh), França  
Assunto(s):Poesia   Modernidade   Cultura (sociologia)

Resumo

O objetivo mais abrangente do trabalho é o de analisar o modo pelo qual se configura o discurso sacrificial na chamada "modernidade", a partir da relação entre "técnica" e poesia. Mais especificamente, a partir da análise do ensaísmo de Mallarmé (reunido sob o título "Divagations") e de sua leitura pelas primeiras vanguardas do século XX, o projeto propõe compreender o modo pelo qual a ideia de "poesia pura" ("luxo", "silêncio", "hermetismo") se configura a partir de uma retórica da crise, histórica e cultural, ou seja, de certa visão de história. Trata-se de problemar o sentido mais restrito que a história literária do século XX atribuiu a essa poética, a ser encarada não exatamente como abstenção elitista, mas como resistência sacrificial. (AU)