Busca avançada
Ano de início
Entree

Um novo limite para o fluxo difuso de neutrinos de supernovas relíquias

Processo: 06/00783-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de abril de 2006
Vigência (Término): 14 de julho de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Pesquisador responsável:Orlando Luis Goulart Peres
Beneficiário:Orlando Luis Goulart Peres
Anfitrião: Cecilia Lunardini
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institute for Nuclear Theory (INT), Estados Unidos  
Assunto(s):Astrofísica   Astrofísica de partículas   Neutrinos   Supernovas

Resumo

Nós calculamos um melhor limite para o fluxo difuso de neutrinos eletrônicos produzidos por todas supernovas que já explodiram (chamadas supernovas relíquias) usando os dados já disponíveis do experimento SuperKamiokande no intervalo de energia acima de 18 MeV. Nosso limite é no máximo 500 neutrinos eletrônicos por centímetro quadrado por segundo, que deve ser comparado com o limite atual que é de 6800 neutrinos eletrônicos por centímetro quadrado por segundo, vindo do experimento LSD. Discutimos os limites no fluxo de neutrinos não-eletrônicos produzidos por todas supernovas que já explodiram (chamadas supernovas relíquias). (AU)